domingo, 25 de janeiro de 2009

O Sonho (de "Amores")


Levas-me a mão
e, contigo, sou inteira.
Flutua a sensação
de que o reflexo
dos meus olhos
nos teus olhos
vale mais que uma vida.

Canto-te e pinto-te…
E, enquanto sonho,
adio a despedida.


25 de Janeiro, 2009

16 comentários:

Gleidston dias disse...

Olá Diana,

Enquanto houver sonhos, havera sempre esperança, como disse e bem,
parabens.

Um otimo domingo pra voce.

bjss

Tatiana disse...

Olá... vim conhecer o seu blog...e fiquei encantada com as palavras aqui encontradas.

Que bom que os ventos me trouxeram até aqui!

Um beijo carinhoso

Gleidston dias disse...

Eu de novo rss

passei para pedir pra voce ir ate meu canto buscar uma prendinha que la esta pra voce.

bjsss

sfich disse...

«O Sonho (de "Amores")»
que é a própria essência da vida; Onde se adivinha coragem e sensibilidade, a julgar pelo talento! E onde caberia, quem sabe (?) outra tela, onde Matisse descobrisse, se âmbar aceita ser matizado noutros tons, depois de reflectido em âmbares matizados

Luis Bento disse...

Que bela imagem.." O reflexo dos meus olhos nos teus olhos vale mais que uma vida"...agora, quando olhar alguém nos olhos vou-me lembrar do poema...

Tatiana disse...

Obrigada por sua visita e palavras!

Uma bela semana para você!

Beijinhos

BILMA disse...

Muito bonito, bom trabalho.
Continuação.
BILMA

Conceição Silveira disse...

Belíssimo poema, como já estou habituada...
Passa no meu blog, porque te deixei lá um prémio...Espero que gostes, porque te admiro de verdade! Beijinho

Tera disse...

Diana linda... Mmmmm.... apetece-me sempre o nicho do silêncio, quando te leio, menina... ficar na preguiça de o largar da mão, absorver até à última onda, o choque imponderável das tuas palavras... e depois reler, deixar-me demolir, outra vez... ...(será isto a que chamam Poesia??... contigo vou descobrindo...) Beijinho!

Um Olhar disse...

Adorei, pela simplicidade que tão fascinantemente consegues transmitir!

Bjo terno,

Fatima

manzas disse...

É sempre bom estar aqui presente
E ler o que bem escreve…
Deixar fluir o que nos passa na mente
E reflectir as palavras
Que tanto me apraz,
Deixando-me de animo leve…
Um resto de uma boa semana,
Estarei sempre presente
Inundado de paz.

Há dias…
Em que acordamos chuvosos
Ensopados em saudades choradas
Sentimentais, românticos
Emotivos, fantasiosos…
Amarrados em manhãs geladas

O eterno abraço…

Zé Carlos disse...

Diana, que trabalho lindo e vc, que menina maravilhosa.... parabéns.
Bjs do ZC

Gleidston dias disse...

Ola Diana.

Passando pra ti desejar uma otima semana.

bjsss

Ricky Bar disse...

A lua se foi
Deixando a noite sem graça
Nada mais de marés, altas ou baixas
Nem contos em prosas ou versos
Nunca mais namoros ao luar
Tampouco duetos pra alimentar
Nunca mais seu brilho fugaz voltarei a ver
Na areia escrevo com lágrimas a despedida
Lua que fez parte, morou na minha vida
Que fazia na tristeza brotar meu sorriso
Vá Lua e encontre a alegria,
A magia que merece sem dor!
Lua viva e brilhe noutros lugares
Com felicidade e muito amor!


Bom dia!

Tânia disse...

Muitíssimo bom!
'E enquanto sonho, adio a despedida' ... e nada lamento, iludo-me de olhos abertos.
Foi um prazer admirar este poema, está soberbo! *

António MR Martins disse...

Diana,
Lindo...maravilhoso.
Beijinho
António MR Martins